CATEGORIAS

5 Estratégias para o Assunto dos Emails que Aumentarão Sua Taxa de Abertura

O assunto do email são os guardiões de suas campanhas por email. Depois de gastar horas se esforçando para fazer uma segmentação correta e mais horas trabalhando para que o texto fique perfeito, não há dúvidas de que você quer que seus emails sejam lidos.

A linha de assunto é a primeira coisa que seu destinatário vê em sua caixa de entrada. Esse é o lugar de destaque, muitos dizem que você deveria passar quase o dobro do tempo refletindo sobre seu título do que passou revendo o corpo de seu email. Esta é uma afirmação exagerada… mas aperfeiçoar sua linha de assunto realmente vale a pena.

Esta postagem foi inspirada por um infográfico anterior da Unbounce, “Como Escrever Perfeitamente a Linha de Assunto do seu Email” (em inglês), e apresentará 5 dicas que você pode utilizar nas linhas de assunto de email que farão seus destinatários abrirem e, por fim, converterem!

Email Subject Lines That Convert
O Primeiro Passo É Fazer a Pessoa Abrir Seu email (Imagem e fonte)

1. Seja específico

Existem geralmente dois tipos de emails que as empresas mandam para seus clientes: notificações e atualizações diretas (newsletters).

É importante ser direto sobre cada campanha na qual está trabalhando já que, assim como ao escrever qualquer tipo de texto, há muita psicologia em jogo quando falamos da linha de assunto. Toda vez que estiver trabalhando nela, você terá de ser absolutamente direto sobre seu objetivo.

Quando nos referimos a notificações (emails de transação) a melhor abordagem é ser específico e permitir que os clientes saibam exatamente o que estão prestes a abrir. Permitir que seu destinatário saiba a razão pela qual você está mandando o email, e o que esperar dele, é a melhor maneira de chamar sua atenção. Isso não significa que você precisa revelar tudo, assumindo que seu email esteja direcionado a um segmento relevante, ser direto e honesto vai aumentar a taxa de aberturas.

Veja esse exemplo do LinkedIn:

linkedin
“Anna Sinclair e 5 outros viram seu perfil”

Eles permitem que você saiba exatamente o propósito desse email, revelam um pouco de informação para atraí-lo e deixam a sensação de que há mais para ser descoberto.

Outro exemplo vem da Perfect Audience com suas notificações de conversão:

Perfect Audience Email Subject Line
“sua página na Perfect Audience teve uma conversão ontem”

Embora esse assunto não tenha a clareza daquele do LinkedIn, ele é eficaz pois é direto, aumenta sua animação e faz com que queira saber mais detalhes sobre o resto do assunto no corpo do email. Uma vez que esteja lendo o email, a Perfect Audience pode direcionar sua atenção conforme necessário.

Quando você não está enviando emails de transação ou notificação, você envia newsletters ou campanhas, normalmente não ligadas a nenhum evento em particular. Neste caso, o truque para a linha de assunto é ser original para atiçar a curiosidade.

Aumentar a curiosidade não é algo fácil, mas a regra geral é fazer perguntas.

Veja esse exemplo da Kiva:

kiva email subject line
“Chris, o quão bom você é?”

Como parte de sua campanha de Dia das Mães a linha de assunto utiliza uma pergunta simples para chamar sua atenção. Depois de ler esse assunto você pode pensar consigo mesmo: Quão bom eu sou em que? Um incrível exemplo de uma pergunta que pode levar os clientes ao corpo de seu email.

Outro ótimo email vem da Optimizely, com um acompanhamento de vendas personalizado:

optimizely email subject line
“O que você testa com o Optimizely?”

…e o exemplo final é o da Crazy Egg que combina as duas táticas acima. Eles vão direto ao ponto ao pedir por feedback, mas utilizam uma pergunta para fazer com que o pedido seja rápido e ao mesmo tempo amigável. Uma ótima linha de assunto.

crazy egg email subject line
“tem 5 segundo?

2. Localize, Personalize e Foque

Personalização é algo bem comum hoje em dia. Começar sua linha de assunto com ‘Olá Chris, por que…’ é bem comum por isso ficou um pouco batido.

Isso não significa que você tenha que abandonar a personalização. De forma alguma, a personalização vem em muitas formas. Utilizar os atributos e ações do cliente para escrever o email e a linha de assunto é uma das coisas mais poderosas que você pode fazer.

EasyJet inclui o nome de seu destino na linha de assunto, baseado em sua reserva:

easyjet email subject line
“Sua reserva ELDWWG1 – Christopher, hotéis em Berlim com melhor preço garantido”

O LinkedIn utiliza pessoas de sua rede e clientes que solicitaram uma conexão para fortalecer suas campanhas.

linkedin-invitation email subject line
“Chris Hexton ( LinkedIn I.               Chris Hexton você tem uma solicitação aguardando sua resposta”

Outro ótimo exemplo é a campanha da Memrise, no qual utilizam os detalhes exatos de seu último curso\curso mais feito por você na sua linha de assunto:

memrise email subject line
” Angel Continue aprendendo Italiano – Passato Prossimo, Tapassato… no Memrise

Quando for personalizar sua linha de assunto, aqui estão algumas coisas que você pode fazer em um teste A/B:

  • Nome e sobrenome: pode ser comum, mas vale a pena tentar!
  • Altere os detalhes na linha de assunto baseados no local do destinatário: verão ou inverno e feriados em diferentes partes do mundo (o Dia dos Pais não ocorre no mesmo dia em todos os países) são dois exemplos.
  • Gênero: utilizar homem ou mulher na linha de assunto da newsletter de uma loja de roupas ou destacar nomes de produtos específicos para cada grupo são alguns exemplos básicos.
  • Utilize detalhes das ações dos clientes: o que este cliente tem feito em seu site? Quais são seus produtos favoritos ou quais características eles ainda não usaram? Todos os exemplos acima seguiram essa dica.

3. Gere impulsos (…ou seja, não envie emails do nada)

Utilizar auto-responders de maneira a enviar emails para os clientes em série é uma ação extremamente poderosa do ciclo de vida do email marketing. Séries de emails permitem que você garanta que seus destinatários saibam exatamente quem é você e lhe dão a chance de gerar impulso, aumentando as taxas de abertura dramaticamente.

 

GetResponse leva isso além e inclui a ‘posição’ que o destinatário está na série. Isto é muito útil, pois identifica claramente o email e, assumindo que o cliente teve uma boa experiência com os emails anteriores da séries, adiciona-se ao poder da linha de assunto, aumentando as aberturas.
getresponse email subject line

“Parte 7 : Seus Consumidores – relacionamentos longos”

Utilizar campanhas em séries e mostrar na linha de assunto é uma maneira lógica de aumentar suas conversões por email. A maioria das empresas manda menos emails do que poderiam, por medo de incomodar os clientes. Dedique um tempo para garantir que seus emails sejam úteis e poderá mandar emails em série que realmente gerem conversões.

4. Teste, Teste, Teste

Você, provavelmente, ouviu dizer que linhas de assuntos menores aumentam a abertura dos emails.

A verdade é que você nunca terá certeza absoluta do que é verdade para sua própria audiência. O Mailchimp publicou diversas estatísticas sobre o tamanho da linha de assunto que revelam uma verdade: não há uma verdade absoluta quando se trata do tamanho de uma linha de assunto; ela é completamente relativa à sua audiência alvo, assim sendo, você precisa tirar suas próprias conclusões!

Se você realmente quer deixar sua linha de assuntos perfeita, precisa começar a testar. Dan Norris da Inform.ly recentemente compartilhou um pequeno truque com seus leitores: quando envia atualizações do blog, ele faz um teste A/B com suas linhas de assunto de maneira a determinar qual é a melhor.

Aqui estão alguns resultados de sua campanha mais recente:

a-b email subject line split test

Este é um ótimo exemplo do poder do teste para descobrir qual linha de assunto funciona melhor com sua audiência. Curta, longa, com caracteres divertidos, MAÍUSCULAS, Primeira letra maiúscula, etc. são todas possibilidades que você deveria experimentar.

Criar um teste A/B é fácil – quando foi a última vez que você fez um teste A/B de suas linhas de assunto?

5. Nem tudo é sobre a linha de assunto

Hoje em dia, clientes de email estão se tornando cada vez mais diversificados e isso significa que você tem muito mais do que apenas a linha de email para trabalhar.

Este artigo da MarketingSherpa compartilha o quão importante é considerar fatores fora do tamanho da linha de assunto, tais como escolha e ordem das palavras. Então, com isso em mente, aqui vai o formato padrão de um email que seus clientes verão no Gmail:

how your email recipients will see it in gmail

…E aqui está um exemplo similar da Mailbox:

Mailbox Mobile Format Example - Email Subject Line

Este formato é bastante padronizado entre os clientes de email para desktops, clientes online (como Outlook e Gmail) e, até mesmo, clientes móveis como Mailbox.

Como você pode ver, você não deveria passar seu tempo apenas otimizando a linha de assunto em si, mas também o campo “De” e a prévia.

Aqui estão três coisas que você deveria tentar:

    1. Coloque o nome de sua empresa no campo “De”: Ao invés de ‘Chris Hexton’, eu poderia utilizar ‘Chris da Vero’. Mencionar o nome de sua empresa pode ser bom se sua marca é reconhecida e é sempre uma boa maneira de gerar consistência e confiança.
      Evitando que os clientes tenham dúvidas. Diversas empresas irão mandar emails com ‘[Vero]’ ou algo similar em sua linha de assunto, mas isso é um desperdício de espaço precioso! Maximize seu campo “De”.
    2. Mude a posição do ‘Abra em seu navegador’: Diversos templates de marketing por email tem o link “Acesse em seu navegador” no topo do corpo. Isso significa que esse é o texto que aparece na “prévia resumida” dos clientes de email. Lembre-se disso e considere mover o link para baixo ou movê-lo para mais adiante em sua campanha (para um lugar onde ele possa ser notado).
    3. Utiliza uma tag H1 com significado: Nunca desperdice o “cabeçalho” no corpo do seu email. Sempre coloque uma tag H1 ou texto em negrito no topo do seu conteúdo de email que seja relevante e que dê uma boa ideia do corpo da campanha. Utilize a ‘prévia curta’ em sua vantagem e, se for esperto, você pode até brincar com a linha de assunto da ‘prévia curta’ para gerar conteúdos interessantes.

 

A gente se fala nos comentários!

— Chris Hexton, Adaptação de Andréa Amaral


Baixe a lista com as 50 dicas matadoras

Otimize suas landing pages com as 50 dicas matadoras da Unbounce.
Ao cadastrar seu email aqui você autoriza a Unbounce enviar notícias e dicas sobre estratégias digitais do Blog da Unbounce Brasil, landing pages e otimização de conversão (caso você não esteja cadastrado ainda!)

Sobre Chris Hexton
Chris Hexton é o co-fundador da Vero getvero.com , ferramenta de remarketing por e-mail para empresas otimizar seu ciclo de vida via e-mail. Ele adora ajudar empresas a melhorar seus negócios via e-mail e, em seu tempo livre , se dedica à boa leitura e à sua guitarra. Você pode entrar em contato com ele via @chexton
» Mais publicações por