• what is unbounce
  • CATEGORIAS

    Como criar landing page de geração de leads

    Se você quer criar uma landing page para geração de leads, não basta apenas colocar um formulário na página e direciona tráfego para ela. Bom, você até pode fazer isso, mas o desempenho não será muito bom.

    Ao invés disso, siga esses 15 passos e crie uma landing page com alto desempenho, feita especificamente para geração de leads.

    Passo 1. Defina sua audiência e o objetivo da sua campanha

    Antes de qualquer coisa, para quem você está anunciando? Provavelmente para um dos seguintes públicos:

    • Clientes existentes: Talvez você ache que não precisa criar anúncios para os que já são clientes. Mas se um cliente fica inativo é seu dever engajá-los novamente. Crie novos conteúdos, ofereça demonstração de novos recursos do seu produto e tire-os da inércia, torne-os, novamente, clientes ativos.
    • Leads em listas de email ou em seu CRM: Após criar uma lista de leads, você deve “nutri-los” com conteúdos relevantes e atividades para transformá-los em clientes. Talvez você consiga fazer com que eles se registrem em um curso online seja por meio de “mensagens automáticas” ou conteúdo diretamente em seu email. Construa lentamente uma conexão ao relacionar as necessidades deles com seu produto, eventualmente, esses dados se transformarão em estratégia de marketing de venda podendo solicitar um cadastro por meio de uma oferta de desconto irrecusável.
    • Prospectos: Esta é a forma mais básica de geração de leads, na qual você busca novos prospectos através do uso do marketing de conteúdo.

    Dica sobre formulários de Lead: 
    Se você está anunciando para clientes ou leads, preencha previamente o máximo de campos que puder do formulário de sua landing page de geração de leads, para amenizar o desconforto de um preenchimento de formulário e criar um sentimento de personalização e conexão.


    Passo 2. Ofereça uma recompensa relevante

    Você está oferecendo algo apropriado em troca dos dados do seu visitante? Após estabelecer sua audiência, você precisa descobrir o que oferecer em troca desses importantes dados pessoais ou empresariais.

    Todo mundo gosta de ser recompensado, receber coisas de graça então, é fantástico. Com estratégias de geração de leads é preciso trabalhar muito bem isso para ser bastante personalizado. Normalmente, o mínimo que pode ser pedido de um prospecto, lead ou cliente é um endereço de email (veja o passo 3).

    Antes de pensar no que está pedindo em troca de seu conteúdo, você precisa definir o tema e torná-lo relevante para as necessidades da sua audiência. Aqui estão algumas das coisas que você pode criar:

    Conteúdo digital para fornecer

    Há uma tonelada de conteúdo digital que você pode fornecer, primeiro farei uma lista, depois explicarei como eles devem ser utilizados de maneiras diferentes para prospectos, leads e clientes.

    • Um curso online entregue durante um período de tempo;
    • Relatório/Livro com estatísticas importantes da indústria;
    • eBooks – guias abrangentes sobre diferentes aspectos da sua empresa;
    • Um informativo com dicas relacionadas a sua área de especialidade;
    • Um podcast – útil para pessoas que gostam de ouvir durante o trajeto até o trabalho ou na academia;
    • Checklist (listas de verificação/pontuação) – bom para pessoas que precisam saber quão bem estão se saindo e produzir uma lista do que fazer para aprimorar;
    • Webinars – sessões ao vivo, normalmente com perguntas e respostas com um especialista ou apresentadores convidados;
    • Apresentações – slides que você pode incorporar em suas próprias apresentações;
    • Consultas – isso é quando alguém pede um pouco de seu tempo para descobrir se querem utilizar seu produto ou serviço.

    Prospectos

    Prospectos são pessoas com as quais você ainda não entrou em contato, portanto eles precisam de mais razões para confiar no que você está oferecendo. Eles precisam entender primeiramente do seu mercado em geral, comumente oferecemos para esse perfil de audiência um material educacional, como um ebook por exemplos, algo que não “empurre” uma venda de produto.

    Leads

    Leads são prospectos que fazem parte do seu funil de vendas, eles já estão consumido um pouco de seu conteúdo. Eles possuem mais informações sobre seu produto e são eles que você realmente quer converter em clientes. Sendo assim, ofereça conteúdos com chamadas para ação(CTA) como para um cadastro no seu blog, ou links para inscrever-se em um de seus webinars ou até para ver uma demonstração do produto, por exemplo.

    Clientes

    Como citado no começo desse artigo, há dois tipos de clientes: ativos e inativos. Seu objetivo é manter clientes ativos e conectados com os materiais educativos sobre o seu produto, transformar a vida deles mais fácil. Outro objetivo é o de reengajar seus clientes inativos com ofertas especiais e atualizações sobre seus novos recursos ou algo que possa reativá-los. Cursos online e informativos de atualizações são conteúdos que podem ser oferecidos para engajar com clientes.

    Dicas sobre webinars: crie uma agenda de webinar permitindo inscrição com antecedência. Classifique em básico, intermediário ou avançado (da mesma maneira que fazem em aulas de dança). E lembre-se de comunicar na sua landing page que receberão a gravação do webinar caso não possam comparecer, isso aumentará significativamente o número de inscritos.

    Algo crucial para sua landing page de geração de leads é equilibrar as recompensas (o tamanho do prêmio) com o “tempo” de recebimento para as mesmas. É nesse momento que a escolha sobre a quantidade de campos do formulário vem à tona…

    Passo 3. Defina os campos exigidos no formulário

    Qual é o número apropriado de campos que você pode pedir no formulário em troca do seu conteúdo? Você realmente precisa pedir o número do fax?
    O ideal é que você teste a quantidade de campos do formulário para saber qual converte melhor, ao mesmo tempo que analisa quais dados são necessários para a segmentação desejada para que possa entrar em contato com eles no futuro.

    Aqui está uma breve sugestão da quantidade apropriada de informação a ser pedida dependendo do tamanho da recompensa (vale ressaltar que isso é um exemplo simples, outras situações podem ser um pouco diferentes).

    Apenas email

    • Apresentação de slides
    • Lista de tarefas (checklists)
    • Podcast

    Nome + email

    Necessário para oferecer uma experiência mais personalizada por um período de tempo mais longo.

    • ebook
    • Informativos
    • Curso online
    • Relatório de pesquisas de mercado

    Nome + email + informações empresariais

    Informações da empresa podem incluir: número de funcionários, telefone da empresa. Geralmente solicitados para itens de produtos com ciclo de vendas longos.

    • Webinar
    • Consulta especializada
    • Demonstração do produto

    Perceba que você pode pedir muito mais, mas realisticamente, um email é tudo o que você precisa na maioria dos casos.

    Dica sobre formulário: equilibre a quantidade de informação que você pede de um prospecto, lead ou cliente (sendo o mínimo para um prospecto e o máximo para um cliente).


    Passo 4. Crie um título que corresponde com a mensagem do seu anúncio

    Seu título combina com o anúncio que foi clicado? Correspondência de mensagem é o termo utilizado para descrever a relação entre o conteúdo da chamada para ação do seu anúncio com o conteúdo da landing page, ou seja o título e botão CTA.

    Há duas razões pelas quais isso é importante:

    1. O fator humano: Quando as pessoas clicam em um anúncio, a intenção deve ser correspondida quando chegam à página de destino (landing page). Por exemplo, se o visitante clicar em um anúncio para caminhonetes usadas e aterrissa na página de uma empresa de carros usados que não menciona o termo caminhonete em lugar algum, a correspondência de mensagem foi zero… o visitante acaba por sentir que tomou a decisão errada ao clicar naquele anúncio. O resultado final é ainda pior pois o visitante se perde ao tentar encontrar o que estava buscando e acaba por fechar a página ou clica no botão voltar para refazer sua busca.
    2. O fator máquina: Não são apenas as pessoas que são afetadas pela falta de correspondência de mensagem. Se você está utilizando anúncios pagos como google AdWords, há um bot que lê sua página e observa se há correspondência com as palavras chave do anúncio, e isso afeta o chamado “índice de qualidade do google”. No exemplo anterior, o anúncio receberia um índice de qualidade baixo do Google e consequentemente um preço maior.
    Ao prestar atenção na sua mensagem e você aumentará suas taxas de conversão, pois mais pessoas ficarão na sua landing page já que encontraram o que estavam procurando.

    Passo 5. Ofereça elementos relevantes de confiança

    Confiança é a chave para fazer com que as pessoas acreditem que você não enviará spam depois que elas se cadastrarem com seu email. A influência social é o elemento chave aqui, segue uma lista com exemplos de elementos de confiança que você pode inserir em sua landing page:


    Elementos de confiança

    • Número de inscritos: Ao promover um webinar, divulgue o número de inscritos para encorajar a “mentalidade de rebanho” (se tantas pessoas vão participar, deve ser bom). Dica: apresente a contagem apenas quando ela chegar a um número interessante.
    • Número de downloads: Da mesma maneira que os inscritos, mostre quantas pessoas fizeram download do seu ebook por exemplo.
    • Número de compartilhamentos: Apresentar a quantidade de “shares” nas redes sociais demonstra quantas pessoas consideram seu conteúdo valioso o bastante para compartilhar com os outros. Você também pode divulgar esse elemento de confiança na sua página de confirmação quando eles já expressaram interesse, incentive mais compartilhamentos!
    • Mensagem anti-spam: Coloque uma mensagem simples próxima ao campo de email do formulário dizendo que nunca enviará spam.
    • Depoimentos: Depoimentos de clientes demonstram que houve o esforço ao comentar sobre a qualidade do seu conteúdo. O melhor tipo são depoimentos em vídeo, seguido dos textos com fotos e cargo na empresa. Nunca utilize depoimentos falsos, eles são mais fáceis de perceber do que peruca.
    • Logotipos de clientes: Se você tem uma lista de clientes impressionantes, porque não aproveitar e dar um lugar de destaque a eles em sua landing page.
    • Menções na mídia: Com certeza você já se deparou com isso antes. É aquela lista de logos da Globo, RBS, Terra, Estadão, CNN, NBC, Times, etc. Se você teve a sorte de ser mencionado em um grande portal, TV ou publicação, faça questão de expor sua fama!
    • Selos de segurança: Se pedir por dados confidenciais, faça questão de mostrar que utiliza servidores seguros. Exemplos: McAfee ou Symantec.
    • Prévias de conteúdo: Aproveite a curiosidade das pessoas ai querer “testar antes de comprar” e inclua uma prévia do seu conteúdo, nem que seja só um capítulo de seu eBook por exemplo. A Amazon faz isso com excelência ao dispor da função “Dê uma olhada“.
    • Exemplos de conteúdo anterior: Se você estiver pedindo para que alguém assine um informativo, mostre a ele um exemplo de informativo anterior, para que confiram para o que estão se inscrevendo.

    Passo 6. Escreva um parágrafo inicial curto e persuasivo

    Seu parágrafo inicial deve ser uma extensão curta e sucinta do seu título. O objetivo desse parágrafo é servir como uma curta introdução para tópicos que descrevam o produto ou serviço que está promovendo.

    Vamos olhar esse exemplo de landing page pedindo que se registrem a um webinar:
    Junte-se a nós às 14h para um webinar especial sobre landing pages de geração de leads, com a presença de [insira o nome do influenciador], apresentado por [insira o nome de outro influenciador]. Falaremos das melhores práticas para gerar leads utilizando webinars e discutiremos os seguintes temas:

    Insira tópicos…

    • Ponto 1
    • Ponto 2
    • Ponto 3

    O poder da influência social (ao citar os nomes dos influenciadores) e mais o tempo limitado possuem uma vantagem persuasiva, ao mesmo tempo que os tópicos oferecem as descrições necessárias para convencer dos benefícios do comparecimento a esse webinar.


    Passo 7. Apresente os benefícios principais de sua solução em tópicos

    Vá direto ao ponto, você tem cerca de 5 segundos para chamar a atenção do seu visitante. A maior parte de atrair a atenção é feito através da sua chamada, mas assumindo que isso já aconteceu, você precisa criar algumas afirmações de benefício, ao invés de discorrer em um longo parágrafo como este. Se você transformar seu texto em cerca de 3-5 tópicos, que expliquem porque devem preencher o formulário, sua página de geração de leads será mais eficaz. Como exercício, vamos desmembrar o que eu acabei de dizer em tópicos:

    • Você tem 5 segundos para convencer alguém a ficar na sua página;
    • Não utilize um parágrafo longo;
    • Utilize de 3-5 tópicos;
    • Foque-se nos benefícios;
    • Explique porque alguém deve preencher seu formulário de geração de leads.

    Viu como isso foi muito mais fácil de ler? Argumento apresentado!!


    Passo 8. Decida sobre as necessidades de imagem ou vídeo

    Qual mídia comunica melhor seu produto ou serviço? Este é um teste A/B clássico – escolher entre o uso de imagem ou vídeo em sua página, ou nenhum dos dois. A decisão costuma se relacionar diretamente ao propósito da página. Vamos rever algumas das recompensas que você está oferecendo (do passo 2) e ver qual seria a opção mais apropriada:

    • eBook: uma imagem mostrando a capa e os autores é a melhor escolha nesse caso.
    • Curso online: Um vídeo pessoal descrevendo sobre o que é o curso é o mais comum e, provavelmente, o método mais persuasivo.
    • Webinar: Fotos dos participantes são a melhor opção aqui.
    • Podcast: você pode fazer um clipe curto de áudio.
    • Apresentação de slides: Um Slideshare incorporado ou uma apresentação de galeria em lighbox com uma amostra da versão completa é uma ótima ideia.
    • Demonstração de produto online: Um vídeo demonstrando o contexto de uso (o produto em ação) é a melhor maneira de apresentar um produto.

    Vamos rever alguns exemplos:

    Download de eBook

    add-ebook_form

    Clique na Imagem para Ver a Versão Completa.

    Perceba como esse exemplo utiliza apenas a informação exigida no formulário, um parágrafo de introdução curto, tópicos e imagens relevantes.


    Passo 9. Escreva um CTA claro


    Esta é para iniciantes em conversão. Seu botão de chamara para ação deve descrever exatamente o que vai acontecer quando clicar nele. Acabamos de falar sobre correspondência de mensagem sendo assim é importante entender a importância de um CTA descritivo. Torne seu botão atraente para que as pessoas queiram clicar nele.

    Para torná-lo mais acionável, utilize um texto persuasivo, que tenha alguma urgência ou afirmação de benefício. Até mesmo palavras simples como “pegue”, “teste”, “agora” ou “hoje” podem funcionar.

    Aqui estão exemplos de CTAs bons e ruins:

    Um bom CTA

    Veja como a descrição nesse botão é clara. Ambas as linhas são bastante acionáveis e descritivas… traduzindo: “Receba o kit de landing page agora”
    “E mais, receba diariamente dicas de marketing da KISSmetrics”

    actionable call to action

    Um CTA ruim

    Esta é mais uma regra a se seguir. A pior coisa que você pode escrever em seus botões é o terrível “Enviar”(submit), já que não descreve absolutamente nada do que irá acontecer quando você clicar no botão. Se você está utilizando isso em seus botões, mude agora mesmo!

    never use submit on your CTA


    Passo 10. Crie fatores de urgência

    A tática para criar um sentimento de urgência é criar um ponto de desconforto ilusório na mente do visitante da página. Para entender como isso funciona, vamos primeiro observar alguns exemplos de e commerce.

    Prazo de entrega da Amazon

    A Amazon tira proveito do medo das pessoas de não receberem seus presentes de natal a tempo (afinal ninguém quer ver as crianças chorando na noite de natal!) sendo assim já avisam, de maneira “prestativa”, qual é o último dia que você deve submeter seu pedido para que ele seja entregue dentro do prazo de entrega.
    Levaram isso ainda mais longe (como mostrado no exemplo abaixo) no qual aplicam urgência a qualquer data! Sem dúvida feito para conseguir mais pedidos de compras de presentes de última hora para aniversários, e outros eventos que podem ocorrer a qualquer momento.

    amazon urgency

    Limite de assentos da Expedia

    Expedia utiliza uma contagem de assentos ao vivo para seus vôos, para encorajar reservas imediatas. Ver o melhor voo para sua viagem e descobrir que apenas 2 assentos estão disponíveis é uma ótima maneira de adicionar urgência para o processo de reservas. Perceba que eles fazem isso apenas quando restam alguns poucos assentos, não quando ainda existem 200.

    landing page urgency 1 seat left
    Não tenho ideia se realmente há apenas 1 assento sobrando, ou se é apenas uma afirmação para encorajar reservas. Embora isso funcione muito bem, de acordo com minha experiência pessoal.

    Então, como fazemos para aplicar esses princípios a nossas landing pages de geração de leads?

    Podemos aplicar ambos os princípios a nossas páginas de geração de leads da seguinte maneira:

    eBook ou relatório estatístico gratuito MAS por tempo limitado

    Para um download de eBook, você pode dizer que ele é gratuito por apenas um período de tempo, e que depois de determinada data ele custará R$15,00, por exemplo. Isso aumentará o número de downloads antes da data escolhida – o que pode acontecer indefinidamente.

    Webinar MAS assentos limitados

    Se você está promovendo um webinar, você pode aumentar tanto a urgência quanto a exclusividade da sessão ao afirmar quantos assentos virtuais ainda estão disponíveis. Por exemplo: “registre agora : apenas 20 das 100 vagas disponíveis”.

    Essencialmente, qualquer coisa que você possa fazer para criar um cenário de urgência se utilizando de um ponto de desconforto, aumentará as conversões de seu formulário de geração de leads.


    Passo 11. Aplique os princípios do Design Centrado em Conversão (DCC) em seu formulário

    ccd encapsulation

    Aplique os princípios do Design Centrado para Conversão e crie um formulário perfeito. Neste exemplo, demonstramos o encapsulamento.

    DCC é uma disciplina focada especificamente em alcançar o objetivo de uma empresa, partindo do princípio de que o objetivo principal de qualquer página é orientar o visitante para uma ação específica. É uma abordagem que utiliza persuasão e artifícios psicológicos para convencer o visitante a fazer a conversão.

    Landing pages estão no centro do DCC, sendo utilizadas para focar a atenção de um prospecto em direção a um único objetivo ou objetivo de conversão.

    Nos exemplos a seguir, nós selecionamos a estrutura de uma landing page para geração de leads e a modificamos utilizando 3 dos princípios básicos do DCC: encapsulamento, contraste de cor e dicas direcionais.
    Como resultado final, teremos um formulário de geração de leads direcionado para conversão.

    design to increase conversions encapsulation

    Aplicando encapsulamento: Note como o formulário se destaca mais na versão da direita, devido ao uso de um recipiente de encapsulamento. Na maioria das vezes isso é feito de forma simples, colocando o formulário em uma caixa para fornecer contraste com o fundo.

    design to increase conversions color contrast

    Aplicando cor e contraste: Agora o formulário está realmente começando a se destacar.

    Perceba como as duas áreas primárias do formulário estão destacadas pela utilização de cor e contraste: o cabeçalho do formulário e o CTA, a razão para utilizar a mesma cor de contraste em ambos é passar a ideia de correlação. O cabeçalho deve conter informações pertinentes que descrevem o que você conseguirá por preencher o formulário, o benefício de se fazer isso.

    Por exemplo: “Faça o download de nosso e-book gratuito para dominar a arte da conversão”. Ao utilizar a mesma cor do CTA , você permite que os olhos naturalmente sigam a trilha em direção ao CTA depois de ler os conteúdos do cabeçalho.
    design to increase conversions directional cues

    Aplicando dicas direcionais: Note a utilização de duas setas no exemplo à direita. Pegamos a versão anterior e adicionamos mais um pouco de persuasão visual ao formulário, colocando a primeira seta direcionando a atenção do texto introdutório para o cabeçalho do formulário (o qual, como destacado acima, deve conter uma descrição do propósito do formulário) e a segunda seta apontando do cabeçalho do formulário para o CTA.

    Agora temos um formulário de captura de leads baseado nos princípios do design centrado em conversão.


    Passo 12. Elabore para o 6-point punch

    Você, provavelmente, está pensando o que é o 6-point punch.

    É um conceito baseado nos elementos primários que uma página de geração de leads precisa ter para ser bem-sucedida. Essencialmente, funciona como uma lista de verificação dos elementos importantes que já discutimos, como um lembrete de que para ser realmente focado em conversão, você precisa criar uma página com todos esses aspectos funcionando em uníssono.

    • Chamada com uma boa correspondência de mensagens
      O anúncio que foi clicado deve combinar com a chamada como foi discutido no passo 5.
    • Introdução com tópicos
      Lembre-se de fazer uma introdução curta e simplificada com o uso de tópicos.
    • Uma escolha adequada de mídia
      No exemplo abaixo, demonstramos a imagem de um eBook.
    • Formulário de geração de leads influenciado por Design Centrado em Conversão
      A área do formulário demonstra todos os princípios do design centrado em conversão descritos no último passo.
    • Fatores de urgência
      Lembre-se de adicionar algum tipo de afirmação de limite de tempo, valor ou espaço em sua página.
    • Fatores de confiança
      No exemplo abaixo, depoimentos são adicionados no final da página. Uma boa adição seria uma prévia do e-book para permitir que os visitantes saibam o que vão baixar.

     


    Passo 13. Decida o que quer fazer após a conversão

    Apesar de ter uma recompensa bem focada e relevante em sua página, você poderia estar gerando mais clientes pagantes dentre seus prospectos – e vou mostrar como.
    post conversion strategy
    É importante pensar o que irá acontecer depois que você gerar um novo lead, e o que quer que eles façam agora que atraiu a atenção deles.

    Você quer tirar proveito daquele momento mágico logo após o cliente ter dito “Sim, gostei de você” para mantê-lo em sua esfera de influência enquanto eles estão “no clima”. Você pode fazer isso ao focar sua atenção na primeira coisa que eles veem depois de enviarem seu formulário de geração de leads – a página de confirmação.

    A página de confirmação de geração de leads pode ser considerada o equivalente digital da prateleira de doces de um supermercado. Admita, você já foi vítima dessas prateleiras de gostosuras empilhadas ao lado da fila do caixa – jogando, sem pensar, porcarias em seu carrinho.

    Então, o que você deve pedir que eles façam em sua página de confirmação?

    Aqui vão 5 dicas rápidas que podem ser implementadas agora mesmo.

    1. Social: Peça a eles que o sigam em uma rede de mídia social (Twitter, Facebook) – ou compartilhem sua página.
    2. Convide-os para um webinário: Garanta que o assunto seja relacionado aos objetivos dos leads que está capturando – e da landing page na qual estavam.
    3. Dê a eles um cupom de desconto (ou um código): Se der às pessoas um desconto quando não estão pedindo por um, e pelo qual não têm que dar nada em troca (afinal, elas já preencheram o formulário de geração de leads), elas ficarão muito animados por terem sido bem tratadas.
    4. Envie-os para uma página importante de “O que você deve Fazer em Seguida”: Muitas pessoas gostam de uma experiência guiada. Diga a eles o que fazer, e eles quase sempre o farão. Utilize apenas um único link para isso e mande-os para uma página de listas do tipo “Maiores Sucessos” ou “Top 10” que apresenta o melhor conteúdo e informação que você tem para oferecer.
    5. Peça a eles para se inscreverem em um informativo: Informativos (ou uma campanha de gotejamento, caso queira empurrá-los por um arco de história progressivo) são poderosas ferramentas de marketing que o mantém na consciência de seus leads por um período maior de tempo. A página de confirmação é um bom momento para se perguntar se eles gostariam de participar do informativo, caso você possa transferir os dados diretamente para o novo e-mail do informativo sem pedir que insiram mais dados.

    Passo 14. Crie um modelo para sua página

    Antes de começar a fazer o design de sua página, você deve pegar uma caneta e utilizar um quadro branco para fazer um rascunho de sua página. Há algumas razões para isso: economiza tempo de design para deixar o layout pronto, pois antes de começar você pode precisar desconstruir e reconstruir a página, e também permite que você faça alguns testes iniciais utilizando seu rascunho.

    Antes de fazer os testes que mencionarei abaixo, garanta que seu modelo esteja bem detalhado e inclua um pouco de texto e alguns elementos de DCC como cor e contraste, etc.

    O teste dos 5 segundos

    Este é um teste divertido para ser feito com o quadro branco (ou um pedaço de papel pendurado na parede se fez o rascunho dessa maneira ou impresso de uma ferramenta de modelos como a Balsamiq).

    Aqui está como funciona. Consiga um grupo de pessoas que não tenha visto a página ainda, e, uma de cada vez, coloque-as na frente de sua página com os olhos fechados. Então peça que abram seus olhos e olhem para a página. Depois de 5 segundos, diga a eles para fecharem os olhos novamente e lhe dizerem sobre o que é a página. Se eles não conseguirem lhe dizer depois de 5 segundos de exposição (a quantidade de tempo típica que um visitante ficará na sua página não é fixa), então sua proposição de valores central (chamada) não está clara o bastante. Caso isso aconteça repetidamente, reescreva e comece de novo. Faça isso até ter uma página muito descritiva.

    O teste do 1,8m

    Para esse, você precisa ficar a 1,8 metros do rascunho e ver quais são as áreas mais dominantes da página. Caso o CTA não se destaque o bastante, você deve considerar adicionar mais contraste, tamanho e espaço em branco ao redor dele. Da mesma maneira, caso a chamada esteja escondida, aplique os mesmos conceitos e a torne de leitura mais fácil.

    Uma vez que estiver satisfeito com sua página, é hora de fazer o design final e ficar pronto para o lançamento e para os testes A/B.

    Passo 15. Testes A/B em sua landing page de geração de lead

    Faça testes A/B com suas landing pages para obter o máximo de conversões.

    Aqui a diversão de real começa, fazendo testes A/B na sua página. Mas, primeiro, você precisa publicá-la e começar a atrair tráfego para ela (de PPC, social, email, display etc.).

    Dica rápida: a Unbounce torna incrivelmente fácil de criar landing pages, publicar e fazer testes A/B sem ajuda de um programador… okay okay, parei com meu discurso de vendedor.

    Quando você começa a ver resultados da conversão de suas landing pages, você sem dúvida chega à conclusão correta de que poderia estar indo melhor, todas as páginas podem. Este é o sinal para começar a fazer testes A/B. É neste momento que surge a pergunta clássica: o que testar?

    Antes de começar a testar, você precisa saber alguns dos fundamentos envolvidos em processo de testes A/B e, depois, algumas técnicas para descobrir o que testar.

    Reunindo insight para o teste

    Antes de saber porque você está conduzindo um teste, você precisa de um discernimento real sobre o que pode tornar seu teste eficaz. Uma das melhores maneiras de fazer isso é utilizando feedback dos usuários.

    O que pode ser feito de diversas maneiras:

    • Utilize serviços como o Qualaroo para adicionar uma pesquisa em sua página, de maneira a fazer perguntas aos visitantes sobre sua experiência.
    • Coloque um chat ao vivo em sua página, de maneira que possa falar com as pessoas no momento da conversão para descobrir porque estão em cima do muro, ou do que eles precisam para se tornar um cliente convertido. A Unbounce recomenda serviços como Olark e ClickDesk.
    • Envie um e-mail para os seus clientes para descobrir o que fez com que eles se inscrevessem.
    • Utilize ferramentas de usabilidade online como UserTesting.com ou Loop11 para descobrir em que parte do processo as pessoas estão saindo.
    • Conecte um software de mapa de calor como Crazy Egg a sua página para ver quais são as partes mais clicadas e focadas de sua página.
    • Faça um brainstorm com pessoas de diferentes partes da empresa.

    Por que você está fazendo um teste?

    Um grande erro é testar algo sem um propósito real. É nesse ponto que a hipótese de teste entra em cena – uma afirmação do que você irá testar e sua teoria sobre o porquê isso será um sucesso. Como exemplo:

    “A página não tem um CTA claro e os prospectos passam muito tempo tentando entender o que fazer em seguida. Adicionar um grande botão laranja logo abaixo dos benefícios principais ajudará a identificar o CTA e realizar a ação desejada.”

    Uma vez que tenha uma hipótese, você está em melhor posição para criar uma página de teste e comparar com sua página original em um teste A/B.

    Como testar

    Agora que está pronto para realizar o teste, você precisa seguir algumas regras para garantir que a experiência esteja asseada:

    • Cada página de seu teste deve receber, ao menos, 100 visitantes únicos;
    • O teste deve durar, ao menos, uma semana para levar em conta comportamentos diários variados;
    • A significância estatística do experimento deve ser superior a 95% para remover a probabilidade de que os resultados de seu teste sejam baseados no acaso. Esta é a medida de confiança de que seu experimento é válido e pode ser finalizado, sabendo que os resultados são confiáveis.

    Brainstorming

    Sabendo como agrupar os feedbacks e executar um teste eficaz, iremos nos focar no elemento de reunir insight – a brainstorm de grupo.
    brainstorm with different departments

    Há diversos mecanismos de feedback listados acima – e todos são eficazes, mas armado com os dados dessas técnicas, você se sentirá tentado a seguir sozinho e tentar descobrir como implementar mudanças. Pode até funcionar na maioria das vezes, mas ouvir mais de uma opinião é uma ótima forma de construir novas ideias e prioridades.

    Aqui está uma visão geral do processo de brainstorm.

    • Desenhe uma versão gigante de sua landing page em um quadro branco (ou apenas imprima no maior formato possível).
    • Reúna representantes de diversos departamentos/áreas da empresa (marketing, design, serviço ao consumidor, gerência, desenvolvimento de softwares) como participantes de seu brainstorm.
    • Forneça a todos um bloco adesivo e uma caneta.
    • Escreva uma lista de elementos principais da página que podem ser testados para começar o processo.
    • Peça a todos que apresentem ideias para testar conforme você discorre sobre a lista de elementos. Cada ideia deve ser anotada em uma folha de bloco adesivo e verbalizada conforme essa nota é passada para que você (o facilitador) coloque numa posição relevante da página .
    • Mantenha a abertura para ideias abrangentes sem restrições.
    • Quando as ideias tiverem esgotado, faça com que todos votem (marcando com um traço na nota adesiva) nas três ideias que mais gostaram.
    • Crie uma lista de prioridades de ideias para testar, ordenada de acordo com o número de votos.
    • COMECE A TESTAR…
    • Um último ponto. Nunca pare de testar. Teste, lave e recomece. Pois, como mencionei antes, toda página pode ser melhor.

    Como resultado de uma sessão como essa, imagine nosso exemplo de antes, modificado de acordo com os princípios que aprendemos pelo caminho e pelas ideias reunidas do grupo de brainstorm.

    ultimate lead capture landing page

    Como pode ver nesta versão, todos os elementos de uma ótima landing page de captura de lead estão inclusos:

    • Recompensa: O eBook.
    • Campos do formulário apropriados: Apenas nome e endereço de e-mail – removendo a empresa e o número de telefone desnecessário.
    • Uma introdução curta.
    • Três tópicos.
    • Escolha relevante de mídia: Uma imagem do e-book junto à foto do autor e sua biografia abaixo dele.
    • Fatores de confiança: Um testemunho, prévia do e-book e política de privacidade.
    • Urgência: Uma oferta gratuita por tempo limitado.
    • Elementos de CCD: Dicas direcionais, encapsulamento e contraste de cores aplicados à área do formulário.
    • Um CTA descritivo.

    Portanto, aqui estão 15 passos para que você crie a landing page de captura de leads definitiva. O que você acha? Sentiu falta de algo? Você tem uma abordagem diferente? A gente se vê nos comentários, não seja tímido.

    — Por Oli Gardner, Adaptação de Andréa Amaral


    Baixe a lista com as 50 dicas matadoras

    Otimize suas landing pages com as 50 dicas matadoras da Unbounce.
    Ao cadastrar seu email aqui você autoriza a Unbounce enviar notícias e dicas sobre estratégias digitais do Blog da Unbounce Brasil, landing pages e otimização de conversão (caso você não esteja cadastrado ainda!)
    Sobre Oli Gardner
    Oli Gardner é um dos co-fundadores da Unbounce. Oli já viu mais landing pages do que qualquer pessoa no mundo! Formador de opinião é também Palestrante do Conversion Centered Design. Siga o Oli no Twitter
    » Mais publicações por Oli Gardner
    • Adriano

      Excelente conteúdo. Já iniciei meus primeiros treinamentos para fazer landing pages na UNBOUCE e esse post serviu muito pra aprimorar as idéias.