• what is unbounce
  • CATEGORIAS

    5 lições sobre Landing Pages que eu aprendi na prática

    As landing pages são indispensáveis para praticamente todos os tipos negócios online. São elas que permitem desde captar um lead até fechar uma venda com a maior taxa de conversão possível.

    Como esse tipo de página está presente no meu dia-a-dia, não demorou para que erros fossem cometidos. Nada melhor do que a prática diária e centenas de testes para selecionar 5 principais lições sobre landing pages que aprendi na prática.

    Nas linhas abaixo você verá como técnicas de prova social, empatia, dor e conteúdo podem mudar drasticamente os resultados do seu negócio através de uma landing page.

    1– Faça boas perguntas (quer saber por quê?)

    As landing pages são páginas focadas em gerar uma ação específica, que pode ser a geração de lead, agendamento de ligações, vendas ou pedidos de orçamento. E a melhor maneira de fazer com que o consumidor-alvo realize esta ação é fazendo boas perguntas que ele responsa com um simples “sim” ou “ não”.

    Por exemplo:

    1. Quer vender o dobro sem investir mais em mídia?
    2. Pretende continuar perdendo dinheiro no Google AdWords?

    Perguntas assim geram uma resposta rápida e convicta que imprimem na mente do visitante uma decisão automática. Ou seja, seguido da primeira pergunta a resposta pode ser “sim”. O objetivo aqui é acionar o princípio da coerência, fazendo com que o lead se comprometa com um objetivo que a sua solução atende.

    Pode parecer bobagem, mas esta simples mudança no conteúdo é capaz de mais do que dobrar suas taxas de conversão. Quer aplicar isso agora na sua landing page? Se houvesse um botão com um “sim” aqui seria bem provável que você clicasse agora.

    2– Use depoimentos (a prova social sobre a solução)

    A prova social é um dos melhores caminhos para a venda. São estas provas que fazem com que o seu negócio ganhe credibilidade e influencie um novo consumidor a tomar a decisão de compra. Logo, selecionar depoimentos de seus antigos clientes e parceiros em uma landing page é uma excelente forma de gerar mais conversão.

    Isso porque, instintivamente, todo mundo liga o seu “escudo anti-vendedor automático”.

    Esse “escudo” serve única e exclusivamente para fazer com que ele não acredite em nada, ou quase nada do que você afirmar. O cliente quase sempre estará com o alerta de “ele está mentindo só para me vender” ligado. Assim, com os depoimentos, as chances destes escudos baixarem são maiores. Afinal de contas, não é somente você que está dizendo, mas sim outro consumidor exatamente igual a ele (seu cliente) que conseguiu algum resultado com o que você vende.

    Todavia, procure sempre utilizar depoimentos verdadeiros. Forjar depoimentos de clientes que não existem não é certo e representa um grande risco.

    Os depoimentos devem sempre enfatizar os resultados alcançados pelo cliente através da solução oferecida. Evite depoimentos que sejam elogios vazios como “eles são muito bons” ou “eu confio na empresa X, confie você também”. Este tipo de depoimento mais atrapalha do que ajuda.

    3– Use emoção

    A emoção é algo que sempre foi muito bem utilizado pelo marketing ao longo da história e,ainda hoje, continua sendo tão eficaz quanto 100 anos atrás. Como humanos todos nós somos seres emocionais e – em geral – elas costumam tomar à frente diante de algumas situações, como uma tomada de decisão. Toda decisão envolve o medo de perder, por exemplo.

    Quando uma pessoa tem que tomar alguma decisão, como a de se inscrever na sua lista de e-mails ou baixar algum conteúdo específico, por exemplo, ela sempre julgará se oferecer os dados dela à sua empresa é seguro.

    Descrições detalhadas sobre o problema do cliente o levarão a acionar os sentimentos que o levaram a buscar pela solução. Projetar um cenário de sucesso, tranquilidade, segurança e estabilidade após a resolução do problema fará com que o cliente sinta esta projeção mentalmente, e neste cenário é mais provável que ele se envolve com a solução e “brigue por ela”. Neste ponto vamos diretamente à lição seguinte.

    4– Defina os problemas que sua solução resolve

    Toda landing page de sucesso possui, em alguma altura de seu conteúdo, uma lista com todos os problemas que o produto ou serviço resolve. As pessoas ignoram alguns problemas que possuem ou então não dão o devido valor a eles, e você precisa lembrá-las. Se possível, liste as consequências que este problema pode causar (ou já deve estar causando).

    Uma boa opção é indicar problemas secundários que o seu produto/serviço possa resolver também. Por exemplo, se sua empresa vende um sistema de ERP, cabe ressaltar que um bom sistema ajudará a empresa a reduzir custos, ter melhor fluxo de caixa, aumentar os lucros e administrar melhor os fornecedores.

    Dessa maneira, seu cliente potencial começa a enxergar mais vantagens no produto, fazendo com que a percepção de “caro ou barato”, bem como o de “vale ou não vale à pena” comece a pender para o seu lado. Definir objetivamente todos os problemas que podem ser solucionados com o seu produto ou serviço é fundamental, tanto para gerar mais conversões quanto para elevar a percepção de valor do produto sem que ele pareça “caro demais”.

    5 – Resultados e cases de sucesso

    Tão importante quanto mostrar os problemas que você pode resolver, é mostrar o problema já resolvido. Para isso, apresentar cases de sucesso, relatórios que comprovem resultados e, mais uma vez, depoimentos de clientes reais pode ser uma boa forma de aumentar o resultado gerado pela sua landing page.

    Números precisos são um recurso poderoso neste momento. Um resultado de 87% de aumento em vendas tem mais credibilidade do que dizer “o dobro de vendas”. Uma porcentagem remete à algo mensurado efetivamente, enquanto “o dobro” parece mais aleatório. O apelo de “o dobro”, “o triplo” é muito forte, mas precisa ser sustentado com números reais: “Alcançamos 87% de aumento na retenção nos primeiros 60 dias e esta taxa continuou crescendo.”

    Cases em vídeo, com explicações do cenário anterior, os desafios enfrentados e o cenário posterior são outro recurso poderoso ao alcance das empresas. É de fato difícil conseguir autorização de um cliente para filmar um case, mas uma vez produzido, é um recurso poderoso para acelerar as conversões.

     

    Mãos à obra!

    Leve essas 5 lições para seu negócio e aplique na hora de criar uma landing page que converte. Que esse conteúdo sirva como inspiração para você evitar os erros que eu cometi ao longo dos anos. Mas, claro, não despreze suas oportunidades de obter lições valiosas também. A cada vez que algo não funciona podemos aprender e melhorar para um novo teste.

    Continue acompanhando o blog da Unbounce para aprender mais sobre landing pages que geram resultados.

    Sobre Rafael Rez
    Autor do livro "Marketing de Conteúdo: A Moeda do Século XXI", publicado pela DVS Editora. Fundador da consultoria de marketing digital Web Estratégica & da Nova Escola de Marketing & Co-fundador da startup GoMarketing.cloud. Além de Empreendedor e Consultor, é Professor em diversas instituições: HSM Educação, ILADEC, Cambury, ESAMC,ALFA, ESPM, INSPER.
    » Mais publicações por Rafael Rez